Internauta vence processo contra Testemunhas de Jeová




Um tribunal de justiça de San Francisco nos Estados Unidos não acatou o pedido da seita Testemunhas de Jeová para que uma empresa de conteúdo na internet (Reddit) revelasse a identidade de um de seus usuários identificado pela justiça como sendo um fiel ativo da seita que corria o risco de ser expulso (desassociado) por seus pastores (anciãos).   

Em dezembro de 2018, advogados das Testemunhas de Jeová entraram com um recurso contra o internauta de pseudônimo Darkspilver por ele postar artigos críticos contra a seita usando vídeos e imagens de sua autoria. Segundo os advogados das Testemunhas de Jeová, o internauta violou as leis de direitos autorais e exigiu que a empresa de conteúdo na internet (Reddit) revelasse sua identidade. Tanto a empresa de conteúdo na internet, como o usuário tiveram de contratar advogados para se defenderem das acusações. 

A justiça de San Francisco considerou que o internauta não violou as leis de direitos autorais, e por isso a empresa de conteúdo na internet não tem a obrigação de entregar seus dados para os advogados das Testemunhas de Jeová. 





Fontes da informação: reclaimthenet.org/reddit-darkspliver-jehovahs-witnesses-copyright-good-outcome/

dailymail.co.uk/sciencetech/article-8079945/Judge-rules-Reddit-doesnt-disclose-identity-user-criticized-Jehovahs-Witness-group.html


abc14news.com/2020/03/05/judge-rules-reddit-doesnt-have-to-disclose-identity-of-user-who-criticized-jehovahs-witness-group/



law.com/therecorder/2020/03/02/reddit-will-not-have-to-hand-over-former-jehovah-witness-identity/

sfchronicle.com/bayarea/article/Judge-says-person-who-criticized-Jehovah-s-15103242.php

Comentários

  1. Diz para o CG que o Reddit tem direito ao "segredo 'eclesiástico'". rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa. Onde já se viu querer saber a identidade de todo o internauta que faz uma citação usando como referência a própria publicação da Jw.org? Se estivesse fazendo uma calúnia contra a mesma , ainda vai lá,mas não. Os dirigentes da jw.org estão ficando cada vez mais ousados: QUEREM DOMINAR COMPLETAMENTE os membros, IMPEDINDO-OS em sua " liberdade de expressão",..e..em sua " liberdade de consciência". Que absurdo! É isso aí, se a JW.ORG se acha no direito de não entregar para a Justiça o nome dos seus adeptos pedófilos ou estupradores alegando " segredo eclesiástico" , a Internet também tem Direito à " Segredo Internético".

      Excluir

Postar um comentário