Fiel das Testemunhas de Jeová mata a própria mãe em Rondônia




Uma tragédia abalou a comunidade religiosa das Testemunhas de Jeová em Vilhena (RO) na tarde desse sábado (28). Um dos seus fiéis degolou sua própria mãe.  

Cansado de ver a mãe, Maria Helena Bernardo, de 53 anos, sofrer de crises depressivas, Evandro Bernardo, de 26 anos, aproveitando que seu pai estava ausente, de forma brutal pegou uma faca de cozinha e a degolou.

Após cometer o crime, o fiel das Testemunhas de Jeová se entregou a polícia e foi levado para um presídio local onde está aguardando uma audiência de custódia.

Além de abalar as Testemunhas de Jeová, os vizinhos da família estão incrédulos com o crime.






Evandro Bernardo degolou sua própria mãe  



Maria Helena Bernardo, foi morta pelo próprio
filho. Um crime brutal que chocou as
Testemunhas de Jeová  




Fontes da informação: rondonoticias.com.br/noticia/interior/37522/jovem-de-26-anos-mata-a-propria-mae-no-bairro-orleans-em-vilhena

roagora.com.br/destaque/tragedia-filho-com-26-anos-mata-a-propria-mae-degolada-em-rondonia/

vilhenanoticias.com.br/destaques/jovem-de-26-anos-mata-a-propria-mae-no-bairro-orleans/

g1.globo.com/ro/rondonia/noticia/2020/03/29/jovem-mata-a-mae-e-se-entrega-a-policia-em-vilhena-ro.ghtml

portalderondonia.com.br/geral/filho-mata-a-propria-mae-em-rondonia-e-diz-que-matou-porque-cansou-de-ver-ela-sofrer/

folhadosulonline.com.br/noticias/detalhe/2020/em-vilhena-rapaz-22-anos-mata-propria-mae-e-se-entrega-policia

Comentários

  1. Num sistema religioso em que:

    - vc é constantemente bombardeado com expressões de sair da zona de conforto e fazer mais (e se vc tem características perfeccionistas, é pior ainda, porque essas expressões são uma "bomba" exigindo no seu íntimo a sua pronta adequação ao que diz o "escravo");

    - daí a sua consciência fica incomodada se vc "falta" às atividades de pregação em um final de semana, por exemplo, para descansar;

    - sem falar daqueles que vigiam e criticam/cobram os outros se não estão indo, aos olhos desses, para o serviço campo e reuniões (e não me refiro só a determinados anciãos com deficiência em mostrar empatia);

    - pioneiros (com exceções) se queixam da falta de apoio dos publicadores, como se esses tb tivessem assinado a petição como pioneiros, além da exaltação dada aos pioneiros em detrimento do que fazem os publicadores;

    - expectativa frustrada e repetidamente alimentada por causa das constantes afirmações do "escravo" de que o fim está na próxima esquina;

    - outros e mais outros fatores;

    O resultado fatalmente é estresse, ansiedade, autoestima baixa, depressão, suicídio (alguns casos) e...agora...essa triste notícia de um quadro desesperador para a mãe (sua condição) e seu filho (testemunha constante da aflição da mesma)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (continua...)

      Existem aqueles que já eram depressivos ou com tendência antes de se tornarem TJ, e por causa de fatores como os acima descritos, o quadro se agravou, se tornou crônico, enfim... Outros, creio eu que se tornaram depressivos justamente em função dos fatores citados.

      Hoje, eu vejo melhor que no meu caso eu já era um jovem com características depressivas, sem esperança, e com um "espinho na carne" (creio que em função da busca de alívio, ainda que não buscasse "conscientemente" o alívio por "pisar no espinho", porque, evidentemente ele machuca e realimenta a depressão e outras coisas nocivas). Então, aceitei as "boas novas" de um Paraíso literal! Que maravilha! E quanto "amor" existente dentro da Org ao ler acolherem! A sensação, a bem dizer imediata, era de que já estava usufruindo da libertação dessas dores emocionais nesse paraíso "espjritual" de amor e paz! Que triste ilusão!

      Agora, com 49 anos de idade, depois de uns 29/30 anos de Org, sou um publicador "inativo" em tudo, até visto por alguns como apóstata. Tento achar o equilíbrio das emoções e não "pisar no espinho". Nao é fácil, mas estou vencendo!!!

      Excluir
  2. O extremismo só causa desgraça nas vidas das pessoas

    ResponderExcluir
  3. O ministério público assim como foi feito na Rússia tem que declarar essa religiao como extremista. Há separação de famílias, depressão e até suicídios 😢

    ResponderExcluir