Família em luto reclama de assédio das Testemunhas de Jeová


Uma família em luto pela morte de um ente querido procurou um jornal da Alemanha para reclamar do assédio das Testemunhas de Jeová . A notícia foi divulgada nesse último sábado , dia 30 de junho  pelo site RP ONLINE . 
Segundo a notícia , uma família que reside  na cidade de  Wesel recebeu  em sua residência uma carta de condolências de uma Testemunha de Jeová . 

Cláudia Bay em entrevista para o site RP ONLINE declarou que recentemente seu pai faleceu , e alguns dias após o ocorrido ,  uma carta de condolências escrita por uma Testemunha de Jeová foi entregue em sua residência pelos correios local . Ao ler a carta , Cláudia Bay se sentiu irritada .  Segundo Cláudia , ela estava sendo convidada para entrar em contato com as Testemunhas de Jeová por meio de um endereço escrito na carta . 

Cláudia declarou também em sua entrevista que ficou bastante chateada com o conteúdo da   carta enviada pela  Testemunha de Jeová .  " Fiquei chocada ao saber que tem pessoas tentando se aproveitar de nosso sofrimento " . Declarou Cláudia para o site RP ONLINE . 

O site RP ONLINE tentou entrar em contato com as Testemunhas de Jeová na cidade de Wesel , mas não conseguiu encontrar nenhum responsável pelas atividades da comunidade religiosa na cidade que pudesse falar sobre o assunto . 
Uma mensagem por meio de correio eletrônico foi enviada para a Sede das Testemunhas de Jeová na Alemanha  . Em resposta , o porta-voz da comunidade religiosa respondeu a redação do site RP ONLINE , mencionando  que as pessoas não recebem cartas desse tipo em suas residências e que a organização religiosa não orienta seus membros a fazerem isso . 



Fonte das informações : https://rp-online.de/nrw/staedte/wesel/weseler-familie-empoert-ueber-kondolenzschreiben-von-zeugen-jehovas_aid-23693575

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Vazamento de carta indica que Testemunhas de Jeová lançarão um novo livro em outubro

Testemunha de Jeová vira herói do Grêmio na Taça Libertadores da América

Testemunhas de Jeová são acusadas de incentivar mulheres a suportar violência