Ministro holandês ameaça retirar benefícios fiscais das Testemunhas de Jeová depois que organização religiosa recusou investigar abusos sexuais de crianças em suas congregações



 A organização religiosa das Testemunhas de Jeová pode nos próximos meses sofrer punições das autoridades holandesas por se negarem a investigar abusos sexuais de crianças em suas congregações . A informação foi divulgada nessa quarta-feira , dia 23 por diversos sites de notícias da Holanda .

Na semana passada representantes das Testemunhas de Jeová informaram que a comunidade religiosa não realizaria uma investigação independente em suas congregações para saber quantas crianças foram abusadas sexualmente por seus membros e quem são os agressores . 

O pedido de uma investigação independente por parte das Testemunhas de Jeová foi feita pelo ministro de justiça da Holanda , Sander Dekker depois que uma fundação em apoio a vítimas de abusos sexuais de crianças denunciou que a comunidade religiosa não relatava para as autoridades violência sexual contra crianças . Até o momento cerca de 260 pessoas relataram que sofreram violência sexual quando eram crianças nas congregações das Testemunhas de Jeová na Holanda . 

A decisão por parte das Testemunhas de Jeová de não realizar uma investigação independente em suas congregações sobre abuso sexual de criança causaram revolta em toda a Holanda . 
O ministro da justiça Sander Dekker , declarou para a imprensa que a decisão das Testemunhas de Jeová foi decepcionante  . 

Em resposta a decisão das Testemunhas de Jeová , o ministro  declarou que investigará quais são os benefícios fiscais usufruídos pela comunidade religiosa no país e como punição serão  retirados esses benefícios . 

Fonte das informações : https://www.rtvnoord.nl/nieuws/194378/Dekker-wil-intrekken-belastingvoordelen-van-Jehovah-s-onderzoeken

https://www.rtlnieuws.nl/nederland/politiek/toetsing-belastingvoordeel-jehovahs-getuigen-na-weigeren-onderzoek-misbruik












Dekker quer retirar benefícios fiscais das investigações de Jeová

RVT Noord, quarta-feira, 23 de maio de 2018 (via google translate)
O Ministro Sander Dekker, da Proteção Legal, está preparado para investigar se os benefícios fiscais usufruídos pelas Testemunhas de Jeová podem ser retirados.
Essa é a reação dele aos relatos de abuso sexual na comunidade de Jeová, instigada em Groningen por Frank Huiting, que criou a fundação Reclaimed Voices.
Nenhuma pesquisa independente
Na semana passada, a RTV North informou que as Testemunhas de Jeová não estão dispostas a conduzir uma investigação independente sobre abuso infantil dentro de suas próprias fileiras. Eles não acham que isso é necessário porque apenas algumas vítimas relataram, disse Dekker na terça-feira. Eles também teriam tomado medidas por si mesmos.
Dúvidas
Apesar do fato de que Dekker quer investigar o caso, o ministro questiona se a retirada do chamado status ANBI permanecerá no tribunal.
A posição de isenção para benefícios fiscais nas autoridades fiscais é destinada a organizações de utilidade pública (ANBI), mas a deputada Madeleine van Toorenburg (CDA) se pergunta se as Testemunhas de Jeová ainda se enquadram nessa categoria. "Se você é uma instituição de interesse geral, mas não está disposto a olhar como você pode proteger as crianças, que uso você tem?"
Não lhes dê uma causa que perdemos '
Dekker demonstrou compreensão pelo aborrecimento amplamente compartilhado na Câmara sobre a atitude de Jeová. "Eu entendo esse ponto, eu quero olhar para isso." Ao mesmo tempo, ele enfatizou que o "Jeová dirá que não houve condenação. E a última coisa que eu quero é um caso que perderemos. Você precisa saber com antecedência se está no seu direito".
Van Toorenburg entendeu os comentários que Dekker fez, mas "o ministro gostaria de encorajar essa luta".





Comentários

  1. É isso aí, façam doer nessa seita onde eles realmente sentem: NO BOLSO!!!
    Tá mais do que na hora dessa gráfica multinacional travestida de religião começar a pagar impostos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Vazamento de carta indica que Testemunhas de Jeová lançarão um novo livro em outubro

Testemunha de Jeová vira herói do Grêmio na Taça Libertadores da América

Testemunhas de Jeová são acusadas de incentivar mulheres a suportar violência