Mulher relata que foi abusada sexualmente aos 11 anos de idade por uma Testemunha de Jeová e anciãos pediram sigilo



A cada dia que passa a situação das Testemunhas de Jeová na Finlândia fica cada vez mais complicada . Diversas entidades de proteção ao cidadão tem pedido por parte das autoridades locais uma intervenção na comunidade religiosa devido a uma série de ilegalidades praticadas . 
Umas das principais reclamações das entidades de proteção ao cidadão contra as Testemunhas de Jeová , se refere a sua política de lidar com abusos sexuais de crianças em suas fileiras e o preconceito religioso ensinado  contra aqueles que abandonam a comunidade religiosa . 

A cada dia que passa , supostas vítimas das ilegalidades das Testemunhas de Jeová na Finlândia tem procurado a imprensa para relatarem seus dramas vividos nas congregações das Testemunhas de Jeová . Quem procurou a imprensa , nos últimos dias foi 
Josefina Pakomaa ( foto ) , que decidiu relatar para o site YLE , os abusos sexuais sofridos na comunidade religiosa . 

Josefina declarou para o site YLE , que foi abusada sexualmente por uma Testemunha de Jeová , quando tinha 11 anos de idade na década de 1990  .  O abuso sexual sofrido por Josefina foi descoberto , e os anciãos da congregação das Testemunhas de Jeová que ela frequentava ao lado de seu pais , decidiram investigar o caso  e assim formar uma comissão investigativa . 
 Diante da presença de  três anciãos  e de sua mãe  , Josefina foi intimidada a não relatar a ninguém o ocorrido . 
Segundo Josefina , o interrogatório feito pelos anciãos na época foi muito traumatizante , causando danos emocionais em sua pessoa por anos . Segundo Josefina , os anciãos queriam de todas as formas pressioná-la a manter o silêncio sobre o abuso . Eles queriam de todos os custos impedir que a polícia ficassem sabendo do que havia acontecido . 
Segundo Josefina , os anciãos pediram para ela não falar sobre o abuso , para a empregada e também na escola . 
Josefina ainda relatou , que os anciãos a orientaram a perdoar seu agressor sexual .

Segundo Josefina , anos mais tarde ela decidiu deixar a comunidade religiosa das Testemunhas de Jeová é como punição seus parentes que estão na fileiras da seita , tem evitado de fazer contato com ela . 

Segundo o site YLE , os número de denuncias de crimes sexuais nas fileiras
 das Testemunhas de Jeová é muito grande . 
O site enviou um pedido de entrevista para  os representantes das Testemunhas de Jeová na Finlândia para , eles falarem sobre as acusações , mas eles recusaram o convite . 
Por meio de um e-mail , enviado a redação do site YLE , o departamento de imprensa das Testemunhas de Jeová na Finlândia , negou que a comunidade religiosa tenha problemas com abusos sexuais .

Fonte das informações : https://yle.fi/uutiset/3-10106328





Comentários

  1. (Neemias) Acho lamentável que as orientações sobre esse assunto aos anciãos sejam do jeito que é hoje. O Ks10 e as cartas deveriam ser específicos ao lidarem com tal assunto. Clareza e naturalmente envolver as autoridades competentes para tratar o transgressor criminoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "3. Segundo a Bíblia, o abuso sexual de menores é um pecado grave. (Deut. 23:17, 18; Gál. 5:19, 20; ks10 cap. 5 par. 10; w97 01/02 p. 29; g93 08/10 p. 10, nota) As Testemunhas de Jeová abominam o abuso sexual. (Rom. 12:9) Por isso, a congregação não vai proteger das consequências ninguém que cometa esses atos repulsivos. As ações tomadas pela congregação para cuidar de uma acusação de abuso sexual de menores não têm o objetivo de substituir as ações das autoridades. (Rom. 13:1-4) Assim, a vítima, os pais da vítima ou qualquer outra pessoa que relatar aos anciãos um suposto caso de abuso devem ser informados de maneira clara de que têm o direito de relatar o assunto para as autoridades. Os anciãos não devem criticar ninguém que decidir relatar o assunto às autoridades.— Gál. 6:5."

      Fonte: http://testemunhasdejeovaemfoco.blogspot.com.br/2017/09/anciaos-das-testemunhas-de-jeova.html

      Excluir
    2. Mas a gente sabe que na prática não é assim. Sempre tem a ladainha do "isso vai vituperar o nome de jeová" e etc... Sem falar que a tal da regra das "duas testemunhas" ainda está de pé, ou seja, se o criminoso não confessar ou não houver 2 testemunhas do crime que ele cometeu, ele continua sendo membro da congregação sem sofrer perda de "privilégios" ou coisa do tipo...

      Excluir
  2. Anônimo que se chama Neemias, vc é ancião?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou ancião e meu nome é Neemias. Não posto com meu login pra não ser rastreado e perseguido pelos amorosos irmãos.

      Excluir
    2. Olá Neemias! Por que vc corrobora com os apostatas? Vc parece o Judas Iscariotes que agio sorrateiramente pra trair Jesus. Se vc não é feliz na Organização, então por quê ocupa o cargo de ancião, se é que vc é mesmo? Vc gosta de ser chamado assim, como Edson Reis que se apostatou? Igual aos fariseus na época de Jesus que gostavam de serem chamados de Rabí? Hipócrita! Seja homem e entrega o privilégio pra quem merece e vai honrá-lo! Vc era pra vir aqui e nos defender assim como eu faço e santificar o nome de Deus!!!

      Excluir
  3. O abuso sexual nan e apenas um pecado grave, além disso e um crime ,e que as Tjs encobre e intimidam qualquer um que queira levar o caso a justiça fica claro em suas literaturas e inúmeros ministério do reino.

    ResponderExcluir
  4. Se acobertam são cúmplices. Portanto, os pecados da Torre também se acumulam até o céu, ou seja, as TJ estão no mesmo barco da grande meretriz, a babilônia. Por isso que eu digo, quando Jesus meter a foice na Terra, vão se salvar pessoas de todas as nações, povos, tribos e línguas, e isso deve com certeza incluir pessoas de diversas religiões. Conheço algumas TJ que são exemplares, mas também conheço espiritas, católicos que também o são. Não é a religião que salva. A biblia ja diz isso, Deus não mora em templos e a religião verdadeira é aquela que estende a mão aos necessitados ( nesse quesito as TJ deixam muito a desejar).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João 17:3 diz: "a vida eterna é esta: que absorvam conhecimento de Ti, o Unico Deus Verdadeiro e aquele a quem Tú enviaste, Jesus Cristo! Então meu "anônimo" a bíblia é bem clara que a verdadeira religião é aquela que exalta o Nome de Deus e O glorifica e honra o Filho em "espírito e em verdade"!!! Deus o abençoe!

      Excluir
  5. Acho muita arrogância se auto proclamarem Testemunhas de Jeová. Vai ler o contexto do texto de Isaías: O profeta se refere aos hebreus que viram os grandes sinais e milagres do passado. Voces não são testemunhas de nada, nunca viram um único milagre! A prova de que voces não são testemunhas de nada é o fato do ensino de voces mudarem trocentas vezes, ir para frente, voltar para tras, ora pode, ora não pode, usando, para justificar as mudanças, um texto de proverbios nada a ver com isso. O caminho do justo ilumina mais e mais no sentido de ele colher os frutos do bem que faz ao longo da vida. Usar isso para justificar mudança de entendimento da biblia é um absurdo. Aquele bando de velhos do Broklin está mais perdido que cego em tiroteio. O irmão Franz do corpo governante escreveu no seu livro crise de consciência que as reuniões do corpo governante são reuniões empresariais, só querem saber de dinheiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só o tempo e que vai mostrar se essas verberaçôes são verdadeiras ou falsas

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Testemunhas de Jeová exibem filme sobre ressurreição em cemitério localizado em São Paulo

Betel do México procura profissionais da área da saúde entre Testemunhas de Jeová para servir voluntariamente em seus interesses

Reunião Anual do Corpo Governante em 2018 identifica a Rússia como sendo o rei do norte