Testemunha de Jeová é condenado a cumprir seis meses de prisão por furtos no Canadá



Um homem identificado como sendo uma Testemunha de Jeová foi condenado a cumprir seis meses de prisão por furtos no Canadá  . 

Segundo o Tribunal de Justiça de Ontário , Correy Whitton de 28 anos de idade foi surpreendido no dia 2 de outubro de 2017  por um morador da cidade revirando o automóvel de seu pai  .  O acusado foi rendido pelo morador e levado ao chão até a chegada da polícia . 
Na delegacia Correy Whitton forneceu um nome falso aos policiais . Após pagar uma fiança estipulada pelas autoridades o acusado foi liberado . 


No dia 22 de outubro de 2017 Correy Whitton voltou a invadir outro automóvel  . Nessa ocasião ele furtou uma carteira e foi até uma loja de conveniência onde comprou um bilhete de loteria com o cartão de crédito da vitima . 

Dois dias depois após o fechamento de um bar  Correy Whitton junto com um amigo entrou pela portas do fundo e furtou varias mercadorias avaliadas em R$ 16.000,00 .
Com ajuda de câmeras de vídeo Correy Whitton acabou sendo preso no dia seguinte . 

Correy Whitton foi condenado a cumprir seis meses de prisão , mas acabou recorrendo da decisão . 
Para ter sua pena reduzida , Correy Whitton ofereceu ao dono do bar cerca de  R$ 8.100,00 . 
Segundo o dono o dono do bar , o valor oferecido por Correy Whitton é insuficiente para cobrir o prejuízo causado a sua propriedade , visto que ele teve de ficar fechado por um dia para limpar e consertar objetos danificados no assalto . 


Durante sua juventude Correy Whitton passava grande parte de seu tempo
 bebendo bebidas alcoólicas e usando drogas . 
Após conseguir seu primeiro emprego Correy Whitton tornou-se Testemunha de Jeová  . 
Segundo seu advogado as más companhias , a perda do emprego e também um problema de saúde na família acabou fazendo com que ele cometesse os assaltos .  

Nos próximos dias Correy Whitton cumprirá parte de sua pena em liberdade . 
Seu advogado prometeu que ele pagará metade dos prejuízos causados ao dono do bar e retornará a assistir as reuniões das Testemunhas de Jeová .

Fonte das informações : www.nugget.ca/2018/01/03/north-bay-man-sentenced-for-breaking-into-vehicles-damaging-bar






Comentários

  1. As testemunhas de Jeová,se dizem acima de qualquer suspeita,se dizem superiores a todos os humanos que não são Testemunhas de Jeová,e de índole inquestionável,veja só, conheci várias testemunhas,bem piores do que pessoas de outras religiões,pessoas que não tinham pudores nem mesmo em enganar seus próprios irmãos de fé.

    ResponderExcluir
  2. Cara gente ruim tem em todas as religiões... mas no seu caso acredito que assim como eu vc fez merda foi desassociado teve que se afastar dos amigos tjs e ficou revoltado com a situação...realmente é foda passar por isso!!!
    Mas depois de um tempo agente aceita a disciplina e amadurece e acaba voltando...
    Se caso vc não voltou oque é um direito seu ou prq não se sente digno de voltar...tenho certeza que outra religião vc não vai seguir...kkk sabe do que estou falando.
    Mas irmão de boa acredito que pior que ser repreendido é tentar denegrir uma instituição que tenta ao máximo seguir o modelo de Cristo.
    De qualquer forma saúde e felicidade.
    Lança teu fardo sobre Jeová e ele te sustentará!!!
    Tenho força em virtude daquele que me confere poder...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Testemunhas de Jeová exibem filme sobre ressurreição em cemitério localizado em São Paulo

Betel do México procura profissionais da área da saúde entre Testemunhas de Jeová para servir voluntariamente em seus interesses

Reunião Anual do Corpo Governante em 2018 identifica a Rússia como sendo o rei do norte